A saia-justa entre Cármen Lúcia e o presidente do Chile

Banner na materia inicio  816 x90

“A quem se recorre quando falha o Supremo?”, perguntou nesta sexta (27) o presidente do Chile Sebastián Piñera a Cármen Lúcia, presidenta do STF. A indagação causou uma tremenda saia-justa e a magistrada literalmente deixou a resposta aos céus.

“À instância suprema”, respondeu Carminha, apontando para cima, em referência a “Deus” — como se falasse canal direto com o “Pai”.

O questionamento descontraído de Piñeda causou mal-estar entre os ministros Dias Toffoli e Edson Fachin presentes ao encontro na sede do Supremo Tribunal Federal.

Fachin tentou consertar a saia-justa ao explicar que cabe à sociedade fazer o escrutínio das decisões do Supremo, mas Piñeda, não satisfeito, ainda sapecou: “Mas pode a sociedade revogar decisões da Corte?”, rindo da cara dos integrantes da Corte Suprema.

Carminha disse ainda ao interessado presidente chileno que gerencia milhares de processos anualmente, portanto, ao despedir-se da presidenta do STF, ele ainda cravou esta: “Com 75 mil processos ao ano, sinto-me mal em tomar seu tempo.”

Piñeda foi embora com a impressão de que o STF é tribunal político que disputa o poder como se fosse um partido, cujo modelo não serve para o Chile. E com razão.

 

Por Esmael


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...