Lula deixa a cadeia — mas para prestar depoimento à Justiça

O petista será interrogado por videoconferência em 21 de junho no âmbito da investigação que apurou lobby na compra de caças suecos

Banner na materia inicio  816 x90

Depois de 75 dias preso, o ex-presidente Lula deixará o prédio da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba na manhã do próximo dia 21, uma quinta-feira, para ser ouvido por videoconferência na Justiça Federal da capital paranaense. O interrogatório faz parte da ação penal na qual ele é réu por tráfico de influência, lavagem de dinheiro e associação criminosa envolvendo a compra dos caças suecos pelo Brasil durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff. O filho caçula do ex-presidente, Luís Cláudio Lula da Silva, e o casal Mauro Marcondes e Cristina Mautoni são também réus.

O processo tramita em Brasília. O pedido de audiência do juiz Vallisney Oliveira, responsável pelo caso, foi encaminhado à juíza substituta Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba, onde o titular é o juiz Sergio Moro. A juíza determinou a intimação de Lula para que ele compareça ao local às 9h da data marcada.

Embora tenha frisado que o mais adequado seja a videoconferência, em razão de todo o aparato de segurança que uma eventual transferência de Lula para Brasília exigiria, o juiz Oliveira resguardou à defesa do ex-presidente o direito de pedir o interrogatório presencial. Os advogados do petista têm dez dias para fazer a solicitação.

 

Por Marcelo Rocha

Da Veja


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...