Toffoli diz que só pautará prisão após 2ª Instância em 2019

Lewandowski sugeriu julgar antes de recurso de Lula

Banner na materia inicio  816 x90

O presidente do STF, Dias Toffoli, não atenderá o pedido do ministro Ricardo Lewandowski de que as ações que questionam a possibilidade de prisão após condenação em 2ª Instância sejam julgadas antes de 1 recurso do ex-presidente Lula. A sugestão foi feita quando Lewandowski liberou a ação para julgamento no plenário, na 5ª feira (28.set).

Toffoli falou em 1 evento no Iasp (Instituto de Advogados de São Paulo), em São Paulo. Disse que já liberou a pauta de julgamentos até o fim de 2018 e que o caso já ficou para o ano que vem.

No recurso de Lula, os advogados pedem que o petista fique solto até que as Cortes superiores julguem sua condenação pelo TRF-4 (2ª Instância). Cabe a Toffoli marcar a data de julgamento no plenário.

Lula está preso desde abril na superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Foi condenado na Lava Jato pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso envolvendo 1 triplex no Guarujá.

 

Do Poder360


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...