PSL vai à justiça contra Marcos Rogério por usar imagem de Bolsonaro

Candidato ao Senado do DEM veiculou material publicitário ao lado do presidenciável que lidera as pesquisas de intenção de voto

Banner na materia inicio  816 x90

O 1º suplente ao Senado pelo PSL, João Cipriano, que é o representante legal do partido em Rondônia confirmou que a legenda entrou com representação junto à Justiça Eleitoral do Estado de Rondônia contra o candidato ao Senado, Marcos Rogério (DEM). Ele utilizou a imagem do líder maior do PSL, o candidato à presidência da república, Jair Bolsonaro, em um material publicitário de divulgação de sua candidatura ao Senado, dando a entender que Jair Bolsonaro é aliado de Marcos Rogério nestas eleições, o que não é verdade.

De acordo com a representação impetrada pelo PSL em Rondônia, o material confunde o eleitorado justamente pelo fato de o partido ter como candidato ao Senado o empresário Jaime Bagattoli, o único candidato ao Senado com apoio de Bolsonaro em Rondônia (você pode conferir o link dos vídeos em que Jair Bolsonaro endossa apoio à candidatura de Jaime ao final desta matéria).

 

No entendimento do partido, o material publicitário gera prejuízos ao candidato Jaime Bagattoli e principalmente ao eleitorado, uma vez que Marcos Rogério não tem apoio algum de Jair Bolsonaro nestas eleições, mas ainda assim usa indevidamente a imagem do candidato à presidência para tentar se promover politicamente. “Lamentamos a postura do candidato ao tentar ludibriar o eleitor, valendo-se da imagem do nosso presidente no intuito de se promover. Geraldo Alckmin é o candidato à presidência de Marcos Rogério, e não há nenhum tipo de aliança política entre Bolsonaro e ele”, explicou o representante do partido.

 

Esta é a segunda vez que um candidato de Rondônia tenta se promover às custas da imagem de Bolsonaro no estado. “O PSL está vigilante para combater esse tipo de conduta e não vamos aceitar que o eleitor continue sendo enganado. Há políticos de carreira que não têm coragem de apresentar seus candidatos à presidência e utilizam-se do nome de Bolsonaro junto ao eleitorado para tentar se promover e garantir suas reeleições. O PSL não comunga com esse tipo de postura e repudia veementemente tal ato”, critica Cipriano.

 

O PSL de Rondônia tem uma nominata de candidatos a deputado estadual e federal, além do candidato ao Governo, o Coronel Marcos Rocha e também o próprio empresário Jaime Bagattoli, que busca uma vaga no Senado Federal. “O PSL tem candidatura própria para todos os cargos. Gostaria de pedir que a população fique atenta a qualquer tipo de tentativa de promoção sobre a imagem de Bolsonaro por parte dos políticos de carreira. Eles estão preocupados consigo e podem tentar ser promover utilizando a imagem do presidente Bolsonaro”, arremata o representante do partido.

 

Do Rondoniaovivo


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...