China ajuda ditadura Maduro a manter esquadrilha no ar

Banner na materia inicio  816 x90

China se encarregou recentemente de deixar em perfeito estado as aeronaves que havia vendido à Venezuela.

Os aviões da China seriam um importante recurso para a Força Aérea da Venezuela caso o pior cenário – o da intervenção militar liderada pelos Estados Unidoscontra o ditador Nicolás Maduro – saia do campo do discurso.

A força aérea local tem 23 jatos Karakorum, na versão K-8W. As aeronaves foram compradas na China em um lote de 24 unidades entre 2010 e 1012. Um jato foi perdido em voo de treinamento. Os últimos nove jatos foram entregues há três anos, em 2016.

Segundo informou à Assembleia Nacional Constituinte o ministro da Defesa, Vladimir Padrino López, o contrato bateu na faixa dos US$ 82 milhões. Número suspeito.

Cada avião, com suprimentos, teria saído por apenas US$ 3,4 milhões em um mercado onde os concorrentes de entrada custam, sem peças, sem armas nem componentes de reposição, a partir de US$ 9,5 milhõesinforma a Gazeta do Povo.

Por Tarcíso Morais


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...