Governo Bolsonaro quer cortar metade do orçamento da Embrapa para 2020

Banner na materia inicio  816 x90

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), centro de apoio tecnológico e de inovação para o setor agropecuário, poderá sofrer um corte de verbas de 45% em 2020. Em 2019, os recursos destinados para estatal foram de R$ 3,6 bilhões. A proposta do governo Bolsonaro para o ano que vem é de R$ 1,9 bilhão e está em análise no Congresso Nacional.

Os cortes colocam em risco projetos na área da agricultura de precisão e automação, pesquisas biotecnológicas e o desenvolvimento de novas técnicas de sanidade animal.

A notícia do corte preocupa o ex-presidente da Embrapa, Sebastião Barbosa, que foi exonerado pelo governo em julho deste ano. “Se não tomar cuidado isso representa o fim de tudo que foi feito pela Embrapa ao longo dos anos. A pesquisa é uma coisa de longo prazo. Uma estatal para a pesquisa agropecuária é fundamental”, afirmou Barbosa.

A temática da redução já começou a ser discutido na Comissão Mista de Orçamento, que é composta por deputados e senadores. Eles vão dar o primeiro parecer sobre a previsão de gastos do governo federal para 2020.

Em outubro, os parlamentares devem apresentar as emendas ao projeto de orçamento. A votação final está prevista para dezembro.

Por Esmael Morais


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...