Deltan Dallagnol sente ‘virada’ ao ser vaiado em palestra no RS

Banner na materia inicio  816 x90

O jogo está virando. O procurador Deltan Dallagnol foi vaiado antes de uma palestra que ele daria neste sábado (19), em Porto Alegre (RS).

A intenção do coordenador da força-tarefa Lava Jato era discorrer sobre ética a empresários. Bateu na trave. Deu ruim.

Dallagnol sofreu uma ‘virada’ ontem. De herói, foi transformado em vilão pela #VazaJato –a série de reportagens sobre os crimes e ilegalidades cometidas pela força-tarefa.

O parceiro e amigo do ex-juiz Sérgio Moro também é suspeito de obter vantagens para si utilizando a função pública, vide o rentável mundo das palestras para bancos e empresários.

O procurador participava do 7º Seminário do Representante Comercial Gaúcho, realizado na Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs), cujo evento foi realizado pelo Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado do Rio Grande do Sul (Core-RS).

A plateia gritava “Lula Livre” e pedia “cadeia” para o procurador da Lava Jato.

Não deu liga. Deltan abandonou o encontro.

Note o caríssimo leitor que, a despeito de seu histórico revolucionário e progressista, o Rio Grande do Sul, até ontem, era tido como um estado capturado pelos bolsominions, lavajatistas e fascistas.

Há algo no ar. Que há, há, como diria o saudoso ex-governador Leonel Brizola.

Por Esmael Morais


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...