Bioestimuladores de colágeno são a nova trend de beleza contra flacidez da pele

Banner na materia inicio  816 x90

Os bioestimuladores de colágeno são a tendência de beleza da vez nos consultórios dermatológicos. Eles nada mais são do que ativos que estimulam a produção do colágeno e promovem um efeito rejuvenescedor, levando embora rugas e flacidez de forma natural e progressiva. Para contar tudo sobre essa trend de beauté, o Purepeople conversou com a cirurgiã plástica Maiéve Corralo. Confira!

Imagem ilustrativa

Para quem deseja uma pele mais firme, sem rugas e sem flacidez, seja no rosto ou no corpo, os bioestimuladores de colágeno podem ser a aposta da vez. O colágeno é a proteína que dá firmeza à pele, mas que vai diminuindo sua produção ao longo dos anos. Segundo a cirurgiã plástica, a novidade tem a proposta de rejuvenescer a pele da forma mais natural possível. “Hoje em dia não se aceita mais resultados como supercorreção como se aceitava antigamente, e é por isso que os produtos definitivos estão saindo do mercado, dando lugar aos produtos absorvíveis. Se a gente desde cedo tratar a pele com uso de bioestimuladores de colágeno de maneira preventiva, a gente consegue, a cada ano que passa, acabar com os efeitos que a gravidade e o sol fazem. Começando depois dos 30, 35 anos, a gente vai impedir que o envelhecimento aconteça”, explica Maieve Corralo. Conheça os principais bioestimuladores do mercado!

Ácido polilático acaba com a flacidez da pele
Um dos bioestimuladores mais conhecidos do mercado é o ácido polilático. De acordo com a especialista, o ativo age através da injeção tanto na via supraperiostial (região do maxilar), subdérmico ou na própria gordura. “Ele age ancorando os tecidos, dando firmeza à pele e, ao mesmo tempo, pela produção mais tardia de colágeno, com resultados entre 30 e 60 dias, a gente também consegue uma volumização leve, e pode ser usado tanto na face quanto no corpo”, explica.

Hidroxiapatita garante volumização em áreas flácidas
Outro bioestimulador de colágeno bastante usado é a Hidroxiapatita, que antigamente era utilizado apenas para dar volume em áreas de estruturas ósseas. Segundo a cirurgiã, há protocolos atuais que permitem utilizar o produto de maneira diluída, que garante à pele mais volume e ativa a produção de colágeno a longo prazo. “Essa associação de volume com produção de colágeno tem sido preferida pelos pacientes porque não precisa esperar os 30, 60 dias da produção de colágeno, já que o efeito volumizador é instantâneo. Então, a gente consegue resultados naturais que vão melhorando no decorrer dos dias”, explica a especialista.

Ácido hialurônico + ácido polilático
Para quem deseja um efeito de longa duração, um bioestimulador recente no mercado é o que une o ácido hialurônico, que é um dos melhores volumizadores, junto com o ácido polilático, que é um dos melhores bioestimuladores de colágeno. “Eles estão há pouco tempo no mercado, mas garantem resultados bons e com maior duração do que os preenchedores usuais. Dependendo da concentração, prometem resultado que duram de 1 até 3 anos”.

Lasers também estimulam o colágeno de forma natural
Os aparelhos também continuam sendo usados para melhorar a flacidez, as rugas e a falta de volume na pele. “Se a gente for falar em estímulo de colágeno na pele, na epiderme e derme superficial, temos o laser de CO2. E falando em estímulo de colágeno nas porções mais profundas da derme, como gordura e musculatura superficial da face, temos o ultrassom microfocado. Esses dois lasers são, em termos de aparelho, os que melhor estimulam o colágeno”, explica Maiéve. Além deles, há, ainda, a radiofrequência, que pode ser utilizada no rosto e no corpo, e que estimula o colágeno através de uma lesão térmica.

Por Beatriz Doblas


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...