Irã mostra foto da caixa-preta de Boeing e reforça: ‘avião não foi atingido por um míssil’

Banner na materia inicio  816 x90

Presidente da Organização de Aviação Civil Iraniana, Ali Abedzadeh, reforçou nesta sexta-feira 10 em uma entrevista coletiva em Teerã: ‘Uma coisa é certa: este avião não foi atingido por um míssil’. A agência de notícias oficial iraniana Irna afirmou que as caixas-pretas do avião ucraniano serão “abertas” nesta sexta-feira

Irã mostra foto da caixa-preta do avião ucraniano que caiu em Teerã (Foto: WANA NEWS AGENCY)

O Irã divulgou nesta sexta-feira 10 uma das imagens das caixas-pretas do voo PS752, da companhia Ukraine Airlines International (UAI), que caiu depois de dois minutos da decolagem de Teerã rumo a Kiev, matando 176 pessoas. Mais cedo, a agência de notícias oficial iraniana Irna afirmou que as caixas-pretas do avião serão “abertas” hoje.

O país persa reafirmou também nesta sexta que a causa da queda não foi um míssil iraniano, como afirmam autoridades dos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra. “Uma coisa é certa, este avião não foi atingido por um míssil”, disse o presidente da Organização de Aviação Civil Iraniana (CAO), Ali Abedzadeh, em uma entrevista coletiva em Teerã, relata a France Presse.

Nesta quinta, a mídia norte-americana trouxe declarações de autoridades do país que afirmaram que o Boeing 737 havia caído após ser atingido por um míssil acidentalmente e declararam que isso ocorreu por conta do sistema antimísseis do Irã. O avião decolou em meio à tensão entre EUA e Irã, após o assassinato, por ordem de Donald Trump, do general iraniano Qassem Soleimani.

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, afirmou também nesta quinta que autoridades canadenses possuem fontes que provam que foi um míssil enviado pelo Irã que derrubou o avião. “Isso pode ter sido sem intenção”, afirmou, acrescentando que parceiros internacionais estão envolvidos na investigação. “É extremamente importante que haja uma investigação completa e crível”.

Ele recebeu o apoio do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson. “Existe agora um conjunto de informações de que o voo foi abatido por um míssil terra-ar iraniano. Pode ter sido não intencional”, declarou o premiê.

Brasil247


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...