Banco do Brasil libera R$ 15 bilhões para o pré-custeio da safra 2020-2021

Banner na materia inicio  816 x90

Crédito rural já está disponível para os produtores interessados em financiar lavouras de soja, milho, algodão, café, arroz e cana-de-açúcar.

Produtores terão crédito para preparar a nova safra de soja e de outras culturas — Foto: Reprodução/TV TEM

O Banco do Brasil disponibilizou R$ 15 bilhões para a compra antecipada de insumos agrícolas, através do pré-custeio da safra 2020-2021, uma linha de crédito voltada ao produtor rural que deseja se preparar para a formação da lavoura.

O valor é 47% maior do que o contratado pelos produtores rurais na última safra, quando o banco liberou cerca de R$ 10 bilhões para a linha.

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (20) pelo presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes. Ele disse que a medida permite maior flexibilidade no planejamento dos agricultores.

“Os recursos do pré-custeio possibilitam aos nossos clientes adquirirem os seus insumos de forma antecipada, com melhores condições de compra, o que permite aumentar a rentabilidade dos negócios. Permite também começar já a movimentar mais a economia, principalmente, a economia do campo”, afirmou.

Os produtores que desejam financiar lavouras de soja, milho, algodão, café, arroz, e cana-de-açúcar podem solicitar a linha de pré-custeio a partir desta quinta. As operações podem ser contratadas com recursos controlados, com taxas a partir de 6% ao ano; e não controlados (Letra de Crédito Agrícola – LCA), com taxas a partir de 6,1% ao ano.

Segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, cabe ao produtor rural analisar qual dos recursos ofertados é melhor para o seu negócio. “O produtor tem a opção de fazer a conta, ele põe o juro e vê o tamanho da diferença que terá para essas compras antecipadas, ele pode ganhar muito com isso” afirmou.

Ana Paula Castro, TV Globo


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...