Festa em cobertura no Belvedere, em BH, termina com polícia e prisão de empresário

Banner na materia inicio  816 x90

Vizinhos acionaram a PM por volta das 3h; dono do apartamento, localizado em bairro nobre da capital, tentou resistir e foi autuado por desacato, infração de restrição municipal e pertubação de sossego.

Som alto em uma das coberturas deste edifício, durante a madrugada, incomodou a vizinhança — Foto: Carlos Eduardo Alvim

O empresário Renato Duarte de Las Casas, de 37 anos, foi detido na madrugada deste domingo (3) depois que se negou a pôr fim a uma festa que promovia no apartamento onde mora, no bairro Belvedere, região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com o boletim de ocorrência, ele foi autuado por desacato a policiais militares, resistência à prisão, desobediência à medida sanitária preventiva e, também, por pertubação do sossego alheio.

A Polícia Militar foi acionada por vizinhos por volta das três horas da manhã, incomodados com uma festa. As pessoas que denunciaram, disseram à polícia que não foi a primeira vez que ocorreu encontros na cobertura de um prédio, que fica na Avenida Desembargador Jorge Fontana, a principal do bairro.

Os militares foram ao local e tentaram contato com o dono do apartamento. Como não conseguiram, acionaram o síndico, que liberou a entrada no prédio. Seguiram até o 14º andar e lá tocaram a campainha.

De acordo com o boletim de ocorrência, o empresário atendeu apresentando sinais de embriaguez, como andar cambaleante, fala desconexa e olhos vermelhos, além de hálito etílico. Os militares solicitaram que ele abaixasse o volume da música, mas ele teria se negado, dizendo “de forma jocosa que não era obrigado a nada, que iria aumentar o som novamente e que a polícia não estava autorizada a exigir identificação. E que ele iria entrar para a casa e fechar a porta”.

Nesta hora, segundo o que consta no registro, os policiais deram voz de prisão por desobediência. O homem teria resistido e agredido os militares. Foi preciso imobilizá-lo até que aceitasse ser levado para a delegacia.

Prisão
O empresário foi levado para a Central de Flagrantes no Barreiro e lá assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência. O delegado que recebeu o caso considerou o crime de desobediência. Segundo a Polícia Civil, Renato Duarte de Las Casas se comprometeu a comparecer na Justiça para prestar depoimento. Por se tratar de um crime com menor potencial ofensivo, ele foi liberado. A ocorrência foi finalizada às 6h16.

A TV Globo entrou em contato com o empresário, por volta das 11h30. Ele atendeu à ligação, mas pediu para que a reportagem voltasse a ligar em 15 minutos, pois preferiria consultar seu advogado antes de dar entrevista. Houve duas tentativas (às 12h e às 13h43), mas Renato Las Casas não atendeu nenhuma delas.

Polícia foi chamada durante a madrugada; ocorrência foi finalizada por volta das 6h deste domingo — Foto: Carlos Eduardo Alvim

Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...