Como a Wikipédia está lidando com a enxurrada de desinformação ligada à pandemia

Banner na materia inicio  816 x90

Com tantos editores monitorando constantemente o fluxo de conteúdo, a desinformação tende a ser rapidamente extirpada

A pandemia do novo coronavírus tomou conta do globo e se tornou um dos maiores desafios da história da Wikipédia, a enciclopédia colaborativa. Afinal, como é registrar um evento gigantesco em tempo real, com as informações mudando constantemente e a desinformação se propagando continuamente ?

No final de julho, de acordo com uma porta-voz da Wikipédia, mais de 67 mil editores colaboraram para criar mais de cinco mil artigos em 175 línguas diferentes sobre a covid-19 e seus vários impactos. Alguns desses artigos são páginas mais sensíveis, e, portanto, restritas a determinados usuários de confiança (que atingem o status após uma decisão de outros voluntários da enciclopédia).

Os editores frequentes geralmente assumem duas funções importantes. A primeira é realmente redigir ou editar uma página específica. A segunda é uma espécie de organização da comunidade, que ajudam a administrar os WikiProjects, espaços de organização dos tópicos que aparecem em muitas páginas, como “medicina” ou “gerenciamento de desastres”.

Um WikiProject, entre outras coisa, inclui uma página de fontes confiáveis para os editores tomarem como base. E como cada página da Wikipédia, ele contém uma “de bate papo” onde os editores discutem como abordar determinados artigos, que artigos são necessários e que tipo de informação não se ajusta aos seus critérios.

No final de julho, o principal artigo em língua inglesa sobre a covid-19 foi editado 22 mil vezes por mais de quatro mil editores. Entre eles estava Netha Hussain, médica de 30 anos de Kozhikode, em Kerala, Índia, que tem Ph.D em neurociência clínica e é pesquisadora na universidade de Gothenburg, Suécia. Ela começou a editar a Wikipédia há uma década, quando estava na faculdade de medicina. A covid-19 provou ser mais difícil de reportar do que qualquer outro assunto nos seus 10 anos de edição do site, à medida que as informações sobre o vírus, mesmo vindo de fontes respeitadas, mudavam constantemente. Ao contrário de outros casos no passado, “tenho de trabalhar rápido e agir rápido para assegurar que a informação seja confiável e atualizada”, disse ela.

Os editores se consultam para criar ou expandir artigos sobre determinados temas. Hussain, por exemplo, recebeu um pedido para escrever sobre a covid-19 e seus efeitos sobre a gravidez para sua própria página em separado.

Os impactos da pandemia se estenderam para além da medicina, abrangendo todos os aspectos, desde “direitos humanos” a “política nacional”, “economias mundiais”, disse Huissain. Outros editores se apressaram para preencher as lacunas.

À medida que a principal página ficou supersaturada de informações, os editores criaram páginas para vários países, depois Estados. Algumas são bastante específicas, como o impacto do vírus sobre a Walt Disney Co. Existem páginas sobre o impacto da doença sobre as artes cênicas, esportes, musicais, lojas, turismo e preços do petróleo.

Naturalmente, todas essas páginas são inúteis, na verdade nocivas – se não forem precisas. E a maioria dos que estudaram nas duas primeiras décadas do milênio conhecem bem este refrão “A Wikipédia não é considerada uma fonte confiável”. O que seria um problema, uma vez que a página da covid-19 em língua inglesa teve mais de 73 milhões de visualizações a partir de 30 de julho.

Jevin West, professor na universidade de Washington, disse que não está preocupado e que no geral a Wikipédia tem abordado a questão do vírus excepcionalmente bem” .

“Como alguém que estuda os problemas da má informação e da desinformação, é uma luz de esperança num mar de poluição”, disse West. “É o zelo das pessoas no sentido de obter as coisas certas e serem curadoras do conhecimento humano que as torna ainda mais cuidadosas”.

Ele citou também a transparência da enciclopédia. Algumas fontes desacreditadas não são autorizadas e toda a história de edição do website está disponível para o usuário. Finalmente, todos os fatos são baseados em fontes e “esse nível de transparência oferece confiança”, disse ele.

Assim, a Wikipédia contrasta drasticamente com sites de mídia social, como Facebook e Twitter, que com frequência demoram para remover a desinformação. Mesmo quando o fazem, normalmente ela já se propagou.

Com tantos editores da Wikipédia monitorando constantemente a montanha de informações, a desinformação tende a ser rapidamente extirpada. Se um troll aparece ou “se editores anônimos estão inserindo vulgaridades ou operando claramente fora das regras da Wikipédia, não há nenhum problema em bloquear essas pessoas”, diz um dos editores. “Nós banimos seu endereço IP se acharmos que você não está aqui pelas razões certas”, ele acrescentou. E os editores reparam rapidamente os erros, com frequência em questão de segundos.

West acredita verdadeiramente que o mundo pode se beneficiar da filosofia defendida pelos muitos editores do site.

“Talvez mais pessoas venham a aderir a esse comportamento ético de desejar o que é correto. Talvez este seja um dos antídotos contra a desinformação”, disse ele. / TRADUÇÃO DE TEREZINHA MARTINO

Travis M. Andrews


Todo e qualquer comentário é de inteira responsabilidade do seu autor e em nada tem a participação do site RO24HORAS
Loading...